quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Ciúmes


Dizem que quem ama, sente ciúmes.
Parece que isso é como se fosse uma prova de amor. O ciúme pode sim, nascer sempre com o amor, mas nem sempre morre com ele.
"Os ciumentos não precisam de motivo para ter ciúme. São ciumentos porque são."
Conheço uma frase que toda pessoa ciumenta cita: "Sinto ciúmes de tudo o que é meu, e de tudo o que eu acho que deveria ser."
As vezes o ciúmes pode ser o medo de perder a pessoas que a gente ama,  ou também p medo de ser trocada , e não querer dividir aquela pessoas com alguém , e querer aquela pessoa só pra você. (coisa de gente egoísta), rs.
Tenho a impressão que os ciumentos sempre olham para tudo com óculos de aumento.
Olha, eu sou do tipo " ciumenta consciente e por isso controlada." Quando estou falando com a minha namorada, e ouço o celular dela vibrar posso até perguntar:
 "QUEM TE MANDOU MSG?" ou em outras situações:
 "QUEM É AQUELA MENINA QUE PUBLICOU NO SEU MURAL DO FACEBOOK?"
"QUEM É ESSA MENINA QUE VOCÊ COMEÇOU A SEGUIR AGORA NO TWITTER?"
"VAI SAIR COM QUEM? VAI CHEGAR QUE HORAS?"
"HUM, AQUELA SUA AMIGA VAI?"
Mas nunca serei aquela ciumenta que pergunta aonde a pessoa vai e aparece de surpresa pra ter certeza se o que ela te falou era verdade, digamos que tem o ciúmes "bom" e o "ruim"...
Ciúmes bons até podem ser saudáveis para uma relação, os ciúmes maus podem não só destruir a relação de um casal, como afetar negativamente qualquer pessoa: não só aquelas que são incapazes de controlar o seu lado ciumento, como aquelas que são alvo desses mesmos ciúmes. Os ciúmes maus estão normalmente relacionados com comportamentos paranóicos, de desconfiança e obsessivos, em que um elemento do casal tenta controlar o outro ao máximo, como se a pessoa fosse sua propriedade.
Esse lance de " "Ciúmes nem sempre é falta de confiança, é medo de perder".
Na minha opinião, existe uma coisa que você aí que se encaixa nesse perfil precisa entender de uma vez por todas: NÃO É POSSÍVEL PERDER ALGO QUE NÃO POSSUÍMOS.
Algumas pessoas até limita o que a outra pode ou não fazer, o que veste, com quem se relaciona…  E muitas vezes, este tipo de ciúme obsessivo/doentio pode levar a comportamentos perigosos, como agressões verbais e físicas, ai além da pessoa já não confiar mais na outra, ela ainda perde o respeito. E cá pra nós, confiança e respeito  é fundamental  em um relacionamento.
Primeiro porque se você não confia na pessoa acaba em duas situações, ou você enche tanto a cabeça da pessoa que ela acaba enchendo o saco de você e te dando um pé na bunda, ou a pessoa se enche de tanta cobrança e resolve te dar razão e você acaba virando uma corna... as duas formas são ruins, então é melhor se esforçar e confiar.
Segundo porque respeito é a base de tudo, respeitar o outro, e compreender que é uma pessoa incompleta, mas que tem seus valores, suas crenças pessoais, convicções construídas ao longo de sua vida, que tem uma família e foi educada, aceitar a possibilidade de falhas mas que estas não definem o que a pessoa representa pra você, enfim.
Algumas pessoas entram todos os dias no facebook da outra pra verificar o mural dela no Facebook e/ou os seus tweets, fazendo perguntas incessantes sobre quem são os homens/mulheres que tanto comentam aquilo que escrevem.
Pois, "Há quem diga que o ciúme é o perfume do amor."  Eu acho que isso não passa de uma desculpinha de gente desconfiada, insegura e mal amada. O amor têm vários perfumes deliciosos: carinho, companheirismo, parceria, respeito, cuidado, lealdade, tesão e afins, mas o ciúme não entra nessa lista . Quem acredita que o ciúme faz parte do amor, não está entendendo muito bem os conceitos. Porque, na realidade, aquele ciúmes  que você sempre achou que ele demonstrava como forma de amor, não passava de uma demonstração de ego ferido, de desconfiança, é consciência pesada,  ela te traí e tem medo que você faça o mesmo e por isso fica no seu pé.
Para aquelas pessoas que falam que não conseguem se livrar do ciúmes, eu acho que assim como a raiva, a ansiedade, a angústia, a alegria, a euforia, entre outros, o ciúme é um sentimento natural que está presente em todo mundo, sim. Mas, da mesma maneira que temos a capacidade de entender que não podemos pular no pescoço do chefe quando ficamos com raiva e nem saímos abraçando todo mundo na rua quando ficamos eufóricos com alguma coisa. Portanto, é muito possível controlar o ciúme quando ele começa a querer plantar minhocas na sua cabeça.
Ciúmes não é saudável, nem para si, nem para a relação.
Alguns psicológos descobriram meios que ajudam a controlar o ciúmes, vamos lá:
 - Admitir que não está conseguindo ter controle sobre suas emoções.
- Dialogar sempre com a parceira(o).
- Ter a capacidade de se colocar no lugar do outro.
- Respeitar os sentimentos e as diferenças do outro.
- Ter auto-estima e não depender de uma outra pessoa para ter sua própria felicidade.
- Ter a confiança como base de um relacionamento.
Então gente, reflitam que "O ciúmes é pra ser o tempero da relação e não o veneno.

Um comentário:

Fábio Rossi disse...

Achei seu blog bem verdadeiro, o que faz a emoção tomar conta da leitura.
Parabéns e continue escrevendo!