quarta-feira, 16 de novembro de 2011

"Dormir de conchinha"


...Tem coisas que não abro mão, e uma delas é dormir sentindo sua respiração...



Porque sentir o seu corpo no meu, tua boca na minha é maravilhoso, é um encontro que jamais imaginei ter numa noite qualquer, e sentir a sensação que você consegue me fazer sentir.


Ontem ao entrar no meu quarto, eu te senti em todos os lugares que pisei, eu te procurei. Os teus rastros ficaram por lá. Fiquei" feliz" em poder sentir tua falta, pois a falta me mostra o qunto eu necessito de algo/alguém/de você. É assim o nosso ciclo. Eu te preciso. Perto, longe, tanto faz. Preciso saber que você está bem, que respira, que me sente assim como eu te sinto.


É tão bom dormir de conchinha, dormir juntinha de você, é tão mágico, me faz entender sim que eu te mereço, pois as outras não foram capazes, eu sei que sou eu, eu te farei sempre feliz, faz um tempo já que eu sei de como é bom dormir com você, te ter nos meus sonhos é bom, mas dormir com você, é sem explicação...


sabe aquilo que agente sempre diz a alguém: "Dorme com os anjos e sonha comigo", eu não acho isso não, eu tenho uma idéia melhor, "durma comigo e sonhe com os anjos"


E o gosto da tua boca ainda tá aqui, na lembrança saudosa daquela coisa boa. Porque momentos bons, a gente não deve se esquecer. Jamais.

"Te ter nos sonhos é bom, mais te ter aqui agora seria tudo" Te amo.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

E sempre que te vejo
O mundo para,
Meu coração acelera, e ao mesmo tempo dispara...
Eu abro um sorriso, 
Pois você me faz sorrir,

E faz eu sentir,
Um amor tão lindo
Desses difíceis de encontrar por ai.


Me percome procuro e me acho.
Pois carrego comigo muito amor no coração, e sorriso nos lábios..!


Nada vai me impedir de sorrir
Desde que eu tenha você aqui.
Te amo, e vou te amar até o fim...

terça-feira, 1 de novembro de 2011

"DE QUATRO"


Eu estava de frente pra ela, com aquele olhar malicioso, me chamando, me seduzindo. Abracei-a e a beijei, um beijo apaixonante, um beijo que transmite todos os desejos daquele momento, eu a beijava, e sentia um fogo entre as minhas pernas, minha buceta latejava, em cada beijo eu apertava a cintura dela, puxando ela pra mim, pegava na nuca dela, de levinho com a mão entre seus cabelos, mordiscava os lábios dela, um tesão imenso tomou conta de nós duas. Nos deitamos, e continuamos a nos beijar, eu passando a mão entre suas pernas, por cima da sua roupa, apertando a sua buceta, pressionando com a minha perna...
Passava a mão em seus peitos, de levinho, deixando o biquinho durinho, e ela toda arrepiada, apertava eles, e levava a minha boca a seu encontro, eu chupava seu peito com vontade, mamava gostosinho, tentando colocar todo seu peito dentro da minha boca, apertava com uma mão, e continuava chupando, mordendo o biquinho, enquanto que com a outra mão, eu deslizava sobre a sua barriga... Ela se contorcia na cama, apertando o lençol.
Eu estava muito excitada, fui descendo com a minha boca sobre a sua barriga, chupando de leve, descendo, passandoa língua na sua virilha, subi e a beijei, ela não estava mais aguentando de tesão, começou a gemer baixinho, e falou: ME COME! Não resisti nem se quer mais um segundo, penetrei meus dedos em sua buceta, nossa...Que delicia! Ela tava do jeitinho que eu gosto, TODA MOLHADINHA, tirei então meus dedos e comecei a massagear seu clitóris, fazendo mais vontade nela, massageei, e penetrei de volta meus dedos na buceta dela, soqueiiiiii com força, e ela soltou um AI, mais era um Ai DE PRAZER, ela dizia: VAI ME COME, ME COME GOSTOSO DO JEITO QUE SÓ VOCÊ SABE FAZER... e foi ai que eu fodia ela com força, tirando e colocando meus dedos, mais o tesão era tanto, que ela quis ficar de quatro, ai eu fui a loucura, meu sonho sempre foi comer alguém de quatro... Aquela paisagem toda, aquela bunda gostosa, segurei a bunda dela, apertando com uma mão, e com a outra eu estava usando para foder ela, penetrei então, 1,2,3 dedos, e foi ai que eu soquei até o útero dela, sentia meus dedos batendo e voltando, e ela gemendo, gostoosoo ... eu apertava a bunda dela, apertava os peitos dela, e empurrava meus dedos na buceta dela... chupando a bunda dela bem gostoso, neste vai e vendo maravilhoso ... Senti vontade de comer o cu dela, de fazer uma "penetração dupla" comer o cu e a buceta ao mesmo tempo, mais deixei para uma próxima vez, e continuei fodendo ela, com força, passando a língua nas sua costas, chegando na bunda, não parava por um segundo sequer, até ela gozar, e gozou, apertei a sua buceta, que de tão molhada minha mão deslizava, tirei a mão, ela virou me olhando, passei o dedo na boca dela, e ela chupava gostoso, com sede, como estivesse chupando a minha buceta, e depois eu chupei também, rimos e nos beijamos, dei um abraço nela, beijei a sua testa e disse EU TE AMO, você é a mulher da minha vida, quer casar comigo?

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Você me completa

Minha vida não teria sentido, se não existisse você.

Pois foi no teu sorriso que eu aprendi o que era viver.
Na noite em que nos conhecemos, em que nos olhamos, em que meu coração bateu tão forte, talvez eu estivesse apaixonada por você naquele beijo, ou talvez eu era apaixonada por você antes mesmo de te conhecer.
Mas foi quando eu te conheci, que apartir dali ... Que você tomou conta de mim, e eu passei a viver para te fazer sorrir... Cheguei a pensar que a distancia pudesse nos separar, mais acreditei(Que o nosso amor iria mais além). Eu queria que a única distancia entre nós, fosse dos nossos lábios entrelaçados, dos nossos passos embaraçados, dos nossos olhares descompassados... Mais infelismente a "distancia" existe, mais cada dia eu tenho a certeza que ela só existe para me mostrar o quanto é bom estar com você, pois eu amo cada segundo ao seu lado, a minha vida depende até mesmo do teu olhar.
E toda vez que eu penso no nosso primeiro beijo, penso como foi perfeito, tua boca na minha, foi mágico, nunca ninguém me fez tão feliz o quanto você estava me fazendo naquele momento..Naquele beijo havia a esperança e a certeza do quanto ainda tinhamos para compartilhar, quantas emoções que ainda tinhamos para viver.


A minha esperança vem da força que você me traz, vem do seu brilho que me ilumina tanto, e me guiou por caminhos escuros tantas vezes, minha esperança nunca acaba, por que onde há amor, há uma certeza de futuro bom, e meu futuro eu só quero compartilhar contigo, só quero me emocionar ao teu lado, por que eu tenho certeza que é você


Porque amar não é somente dizer todos os dias ''eu te amo'', amar vai muito além disso tudo, amar vai além do nosso amor, amar não são apenas palavras, amor não é um sentimento que todos tem, amor, quando real, vai muito além de tudo.
Se alguém o sentiu não o conseguiu expressar, o amor suporta a saudade,e ama mesmo de longe, porque longe ou perto o nosso amor é certo.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Sarah Vaughn


Escrevi seu nome na areia
E mesmo que o mar apague
Você sempre vai existir dentro de mim!


E aonde quer que eu vá vou te levar comigo
Na areia da praia, em um guardanapo do restaurante
Na árvore de um parque, ou na carteira de uma escola
Na parede da rua, ou no poste de uma praça


Pode ser que em todos os lugares se apague
Mas não me importo, pois o lugar principal
Você nunca será apagada, DENTRO DO MEU CORAÇÃO.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Amo pensar em você ♥


Quando penso em você não tenho dúvidas, não tenho medo.
Penso em você com o meu coração, gosto de pensar em você, porque eu respiro você.
Mesmo sem querer, meus pensamentos tentam chegar até você, lembrando seu jeito meigo de ser, sua voz, seu cheiro, seu olhar, seu toque, teu carinho, pensar em você ate uma saudade, uma saudade dos momentos ao seu lado.
Fecho os olhos e posso te sentir, é como se nesse momento minha alma caminhasse até você.
Eu começo a imaginar que música você está ouvindo, que filme você está assistindo, o que você estaria comendo, eu me perco toda vez que fecho os olhos, me perco para te encontrar.
E quando você sentir a minha falta, feche os olhos, eu vou estar esperando por você!

E mesmo sem saber o porquê eu gosto tanto de pensar em você, são os meus pensamentos que fazem a minha alma te encontrar, te abraço em silêncio, te sinto, te beijo, e falo baixinho no seu ouvido o quanto te quero.
Amo pensar em você porque é uma forma de sentir você perto de mim.

Sexo na rua.


Eu sempre tive uma vontade louca de fazer sexo em público, achava excitante, perigoso, e poderia ser divertido, mas eu não tinha essa coragem.
Eu estava no ônibus, indo encontrar uns amigos, iria para um bar comemorar o aniversário de uma amiga, eu só encontraria com eles lá...
No ônibus eu pensando, eu estava com tesão, andava com um fogo que estava a ponto de explodir, estava carente, com uma imensa vontade de fazer sexo, e eu não parava de pensar em putaria, em sexo, em mulher, eu queria, mas não tinha com quem, e foi me subindo um fogo ainda maior, aquilo ia me consumindo, eu estava sentada no penúltimo banco do ônibus, e o ônibus estava meio que vazio, eu não me agüentei, e passei a mão entre minhas pernas, senti até que estava mais quente do que no normal, pressionei minha mão entre minhas pernas, apertei... Nossa eu estava louca, mas não podia continuar, parei, dei sinal e logo desci para encontrar os meus amigos.
Chegando ao bar estavam todos me aguardando, começamos a beber, a dançar, rir, nos divertíamos muito.
Havia uma garota lá na pista de dança, loira, cabelos longos, baixa, olhos castanhos, de pele branquinha, de vestido e salto alto, linda. Quando eu bati o olho nela, e ela percebeu, retribuiu, ficou me olhando, logo cheguei perto dela e comecei a dançar, e ela começou a me seduzir, fiquei bem próxima dela e senti o perfume, um perfume enlouquece dor, ou eu que já estava a ponto de bala mesmo, tudo estava me excitando, desde o brinco dela até o sapato.
Passei meu braço pela sua cintura, e comecei a dançar com ela, falando baixinho em seu ouvido, suspirando devagar, eu sentia que ela estava gostando, porque ela devagar ia tentando sair dos meus braços, mas eu não deixava, foi então que ela disse: Vamos sair daqui? Olhei pra ela com um ar de CONSEGUI, dei as mãos pra ela, me despedi dos meus amigos, e sai com ela... Tinha um carro parado próximo do bar, tinha uma árvore meio que escondendo, e nós caminhamos pra lá, encostamos-se ao carro, e começamos a nos beijar, passei a mão pelo pescoço dela e segurei seu cabelo, beijava a boca dela, quando abri meus olhos eu percebi que ela estava viajando, adorando tudo aquilo.
Foi ai que eu desci com a minha boca, eu queria levar ela ao melhor orgasmo da vida dela, comecei a beijar seu pescoço, uma mão segurando seu cabelo, e a outra deslizando por suas pernas, umas coxas grossas, coloquei minha mão entre suas pernas, eu sentia a calcinha dela encharcada, continuei, coloquei a calcinha de lado e cheguei até o seu sexo, passando pela virilha, foi ai que ela gemeu, e disse ME COME, eu não agüentei, penetrei meus dedos entre sua buceta, e comecei a fazer movimentos fortes, ela estava tão molhadinha que meus dedos entravam com facilidade, coloquei três dedos e socava pra dentro, com força. Comecei a chupar seus peitos, o vestido dela era tomará que cai, eu abaixei uma parte, e comecei a chupar a bolinha dos seios dela, que delicia durinho, dei uma mordida, e ela gemeu, e pressionou a perna dela entre meus dedos, aquilo estava ficando tão excitante que eu estava literalmente molhada, encharcada de tanto tesão, parei então de chupar seus seios, pressionei meus dedos da mão direita em sua bucetinha molhadinha, e com a outra mão, passei pela sua bunda, empurrando ela pra cima dos meus dedos, e ela gemia, gemia, tão gostoso. Algumas pessoas que passavam por ali percebiam que tinha alguém atrás do carro, mas não dava pra ver exatamente quem, era um perigo gostoso, ao lado de uma loira. Perigo esse insaciável a peguei e sentei-a no capô do carro, ela de pernas abertas, eu vendo aquela bucetinha gordinha, suculenta, levantei mais o vestido dela, e cai de boca sem me preocupar... Eu a chupava com tanto prazer, que ela estava quase gritando de tesão, eu mordiscava seu grelo que estava tão durinho quanto o biquinho dos seus seios, eu segurava a sua cintura, e chupava, chupava tanto que minha língua alcançava seu útero, o meu piercing brincava no meio daquela delicia toda, ela não agüentou e deitou no carro, eu logo subi por cima dela e continuei a chupar, tanto que ela gozou em minha boca, eu satisfeita por ter feito ela gozar, passei meus dedos no seu sexo, e lambi, aquilo excitou tanto ela que ela não parou por ai, foi então que eu penetrei de volta meus três dedos comi-a ali mesmo. O capô do carro começou a fazer barulho, o movimento na rua aumentou, tivemos que parar, mas adoramos(sexo na rua).

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Juntas somos uma!


Eu te encontrei quando não quis mais procurar o meu amor.
Eu te encontrei, procurαndo por ninguém, desejαndo ser feliz comigo mesmα, eu te encontrei mesmo sem querer, não imaginava conhecer você, e αgorα eu tenho certezα que o αmor existe sim, tive essα certezα quαndo olhei nos teus olhos, tenho essα certezα quαndo o meu mundo pαrα quαndo estou com você e αs horαs virαm segundos, tive essα certezα quαndo nos beijamos, fizeram minhαs pernαs tremerem e meu corαção bαter α mil. Tive essa certeza (quero você, e só você). E prα você guαrdei o αmor que sempre quis mostrαr...
Como foi bom te encontrar, te conhecer... Eu procurei a vida toda por alguém igual a você!
Encontrar-te foi algo assim... Assim como encontrar o mais perfeito grão de areia na imensidão do oceano... E agora eu não me imagine mais sem você, e daqui pra frente vai ser assim, só eu e você, um começo sem fim. Quero dormir ao seu lado todas as noites, e ter você em meus braços todos os dias, foi tudo como eu sonhei, ter você em meus braços, agora eu viciei.
Eu nunca vou deixar você ir, viver sem mim!
Quero estar com você pra sempre, e viver intensamente cada dia do pra sempre.
Nós duas juntas sempre seremos uma, e nada vai nos separar!
É tudo verdadeiro, e sem dúvidas pra sempre vai durar.
Gosto e gosto cada dia mais, amor <3

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Nosso amor a gente inventa!


A saudade vem acabando comigo dia após dia.
É um tormento ficar longe de você, meu coração não agüenta mais ficar sem você.
Tudo o que eu faço está me levando a você, tudo, literalmente. Penso tanto em você.

Fecho os olhos, me concentro e me vem você no pensamento.
Fico fazendo planos, planejando nosso futuro, o tempo todo.
Eu e você em um lugar onde ninguém possa interferir no nosso amor, um lugar em que ninguém possa te tirar de mim. Um lugar em que ninguém possa
acabar com essa felicidade imensa que eu to sentindo novamente.

Simplesmente porque, o nosso sentimento é mais forte do que possamos um dia imaginar. Meu destino está junto ao seu, e nada vai acabar com isso. Eu quero poder dormir e acordar ao seu lado, porque é com você que eu me sinto extremamente completa!
Tenho medo de acordar e não ter mais você, medo de não poder dizer mais o quanto estou feliz por ter encontrado você, por devolver a minha paz, por me fazer sorrir.

E se amanhã nada for igual? Se mudar, se não sentirmos a mesma coisa, se nossos sonhos forem deixados pra trás. E se amanhã você não pensar mais em mim, saiba que ainda sim estarei pensando em ti, se depois de um tempo o amor desgastar e nos perdemos em meio a tudo isso? Não quero olhar nos seus olhos e ver que tudo está vazio, que não existem mais promessas, nem futuro pra nós duas. Pois eu nunca vou deixar você.

Não quero imaginar que consigo passar algum dia sem você.
VOCÊ chegou na hora certa, quando eu estava confusa, triste, sem saber o que fazer, então chegou você me mostrando a direção, a alegria de viver. Não me imagino sem você, não consigo mais lembrar de como as coisas eram sem você.
Eu quero ter certeza de que amanhã estaremos juntas, eu quero ter certeza de nós.

Como é ruim querer aproveitar e viver cada dia com você e todos os dias temer o amanhã.
Cada segundo ao seu lado, será eterno. E vai valer toda espera quando estivermos juntas pra SEMPRE.
Se pelo menos eu pudesse viajar no tempo, saber pelo menos um pouco desse futuro imprevisível.
Às vezes parece um sonho, do qual eu posso acordar a qualquer momento, mas se for um sonho eu quero dormir eternamente e pode sonhar com você pra sempre.

 Preciso de você, preciso que estejamos juntas.
Ontem, hoje, amanhã. Eu te preciso pra sempre.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Morena da cor do pecado.


Sem ter o que fazer resolvi entrar em uma sala de bate papo (uol) para conhecer pessoas diferentes, afim de conversar apenas!
Entrei sala 02 – lésbicas de Sp
Conversa vai e conversa vem conheci uma garota muito simpática, na hora a ‘química’ foi imediata, então peguei o MSN dela (eu estava super ansiosa pra ver a foto dela), e saber como ela era, além das doces palavras que ela ‘escrevia’.
Então nos adicionamos e logo abriu uma janelinha de uma morena da cor de jambo, 27 anos, cabelos um pouco abaixo do ombro, repicado, preto, levemente avermelhado, lisos, um sorriso encantador!
Logo pegamos uma intimidade, peguei o número do telefone (cel.) dela, quando ela me ligou com aquela voz suave, doce, meiga, senti um friozinho na barriga, conversamos durante um bom tempo, e cada dia fomos ficando mais íntimas, tínhamos várias coisas em comum, uma pessoa bacana e humilde!
Mensagens diárias se tornou apto de nós, e nós falarmos todos os dias pelo telefone, e tecla, quem chegava primeiro no trabalho esperava a outra da sinal de vida, e dizer BOM DIA MO J
Teve um dia que começamos a tc besteiras no MSN, nossa cada palavra dela tocava no fundo da minha alma, sentia um molhado na minha calcinha, coisas que há muito tempo eu não sentia, eu era bem soltinha com ela, falava tudo que pensava e tudo que tinha vontade de fazer com ela...
Um dia desses qualquer ela inventou de ligar a web cam pra mim, meu DEUS!
Quando eu vi aquela morena ali, todinha pra mim, pensei: QUE LINDA!
Então ela começou a me provocar, a essa altura do campeonato ela já sabia fazer exatamente isso, mostrou então seus seios fartos O.O tão grandes que me deram água na boca, mas ela não parou por ai, foi mais além mostrando a sua bunda, e ela que sabia que eu adorava calcinha branca, pois em uma das nossas conversas acabei confessando, ela logo mostrou aquela bunda deliciosa, larga, redonda e, acima de tudo, empinada.
Começou a abaixar as calças, e mostrando que a calcinha dela toda socadinha tinha um lacinho na traseira, ai que vontade de desfazer esse laço me deu!
Começamos a rir e falar muitas besteiras, senti uma vontade enorme de pega-la de 4, de chupar ela todinha, de dar muito prazer a ela, de fazer ela ter um orgasmo!
Logo deu a hora de eu ir embora, e eu fiquei com aquela imagem na mente, não parava de imaginar, de fantasiar eu comendo ela de 4, e cada vez que eu pensava, dava aquele frio na barriga, um arrepio, um ar quente, respiração afegante.
Dia após dia, começamos a analisar as possibilidades de nos encontrar.
Marcávamos e nunca dava certo, mas certo dia conversando com ela peguei o endereço dela sem que ela percebesse, então segui com meu plano de fazer uma surpresa a ela!
Sabia todos os horários dela, os que eu não encontraria ninguém na casa dela, e ficaríamos sozinhas, e quem sabe eu matasse minha vontade, minha sede dela, sim de poder ver e apalpar aquela bunda gostosa.
Então sai e fui até a casa dela, cheguei lá e portão estava se mi aberto (o irmão dela havia saído pra trabalhar e deixado daquele jeito) eu sabia que não tinha mais ninguém na casa, então resolvir entrar sem bater.
Quando olhei, ela estava de blusinha e calcinha de 4, de cabelos molhados e abaixada passando creme nas pernas, Fiquei louca quando vi aquele bundão, nunca vi um bumbum tão bem desenhado, empinando para o alto, deixando à mostra sua buceta coberta por uma calcinha, meia sem jeito e sentido um calor imensa, me aproximei dela, encostei-me nela, e ela deu uma olhadinha de lado, e me viu, me abraçou de costas, que abraço gostoso, peguei em suas coxas e não estava acreditando em tudo que estava acontecendo, senti os bicos dos seus seios despontarem na blusa, percebi o quanto ela é cheirosa. Aquele aroma natural misturado com um perfume suave me deixou ainda mais excitada. Percebemos então que estava pintando um clima entre nós, um clima, mas do que planejado!Aquela cena me deixou cheia de desejo em agarrá-la de vez, mas resolvi ir com jeitinho, então nos viramos, olho no olho, segurei a sua nuca, e comecei a beijá-la, que beijo doce que ela tinha, estávamos cheias de desejos e fantasias que vínhamos fantasiando no MSN, no telefone há dias, ela resolver realizar talvez uma, me convidou pra tomar banho, ela que já havia tomado banho, eu sem pensar duas vezes aceitei, entrei no chuveiro com ela, comecei a passar a esponja em suas costas, mas parei e disse que iria dar banho nela com uma esponja, diferente... Enchi meu corpo de espuma e abracei-a de costas e comecei a esfregar meu corpo nas costas dela, subindo e descendo. Aqueles movimentos subindo e descendo me deixou doida, enquanto minhas mãos avançaram sobre os seios duros e deslizavam para baixo do corpo dela. Sem nenhuma palavra havia o barulho apenas da água e dos corpos de esfregando. Eu forçava cada vez mais minha bucetinha na bunda grande dela, e esfregando gostoso e passava minhas mãos acariciando suas coxas, alisando a xaninha, os seios... Ela fechou os olhos e ficamos assim uns 5 minutos sem parar, subindo e descendo. Eu tinha certeza que ela estava excitada. Saímos do banho, e morrendo de tesão, saímos nos beijando, ela me conduzindo até a cama, deitei-me por cima dela, e comecei a passar minha mão em seu corpo, aquela pele macia, sentia ela toda arrepiada, fui descendo com a minha boca, então, passou a escorregar pelo seu corpo e demorou um longo tempo em torno de sua barriguinha, passando minha língua em suas curvas, ela falava: EU QUERO VOCÊ!
E me deixava ainda mais excitada, eu estava a ponto de explodir, ela tremia de tanto prazer, e se contorcia.
Cheguei, então, onde tanto queria. 
Uma bucetinha ‘pequena’ e gordinha, suspendi as pernas dela, e comecei a colocar minha língua e meus dedos juntos, fazendo movimentos suaves, que delicia! E comecei a observar seu anus perfeitinho. Que cuzinho mais saboroso. Passei a pincelá-lo com a língua. A cada lambida, ela dava uma tremidinha, talvez pouco habituada a uma lambida no rabo.
Senti que ela era todinha minha.
Eu tinha nas mãos uma pessoa maravilhosa, que merecia um carinho todo especial.
Quando comecei a chupar sua bucetinha, ela soltou um delicioso gemido e apertou fortemente minha cabeça contra o seu corpo. Que bucetinha linda e cheirosinha. Tão delicada e ao mesmo tempo tão suculenta.
Então subi minha cabeça até a boca dela, pensando na próxima etapa, continuei com os dedos na bucetinha dela, a fazendo delirar, dei uns tapinhas bem de leve na testa da bucetinha dela, e voltei a colocar meus dedos nela, 1, 2, 3 abrindo o máximo possível as pernas para que eu pudesse penetrá-la. Eu mais afundava meus dedos na sua bucetinha, sua respiração se tornava mais ofegante.
Nesse ritmo ficamos toda molhadinhas, e ela sendo dominada por mim, gemia, assim gozei a primeira vez... Abracei seu corpo suado, e fiquei respirando seu perfume gostoso que invadia o quarto!
A visão do seu enorme bumbum, que eu alisava com as duas mãos, me deixou seca para comer o seu cuzinho, quando eu olhava aquela bunda toda, eu ficava ainda mais excitada, Cuidadosamente, molhei meu dedo na saliva e enfiei um dedo no seu ânus. E ela falou: AI, mas rebolou no meu dedo, isso me pareceu que eu poderia continuar, ela sempre me dizia que tinha ‘medo’ porque tentou uma vez e doeu, eu com jeitinho, tentei mostrar e fazer da melhor forma possível pra tudo dar certo e tirar aquela impressão dela (minha fantasia comer ela de 4).
Coloquei-a de 4 e comecei a chupar seu cuzinho, ela abaixou o máximo possível na cama, e eu fiquei com aquela visão panorâmica J Que bunda mais gostosa tinha ela!
Mas não me contive, e me lembrei que ela havia dito que tinha um vibrador em sua casa, e pedi pra que ela pegasse, ela me olhou e ficou meio assim, com medo.
Conversamos alguns minutos, e eu disse: – Eu te juro que se doer demais eu paro. Pode ficar tranqüila que vou fazer a coisa bem devagarzinho - tentei acalmá-la.
Então ela topou, pegou e voltou pra cama e voltamos a fazer amor.
No inicio foi um pouco difícil, colocar aquele vibrador, mas logo... Depois de muita lubrificação, entrou, e ela gemia gostoso: DEVARGAR MO, VAI, VAI ...
Enfiei até o último centímetro disponível com carinho.
Que bunda maravilhosa, que cuzinho gostoso tinha a ela! Comi sua bunda como sempre sonhei. Quanto mais eu socava, mais ela gritava e gritava até que, finalmente, ela sentiu seu primeiro orgasmo anal. Suas pernas bambearam e seu corpo tombou para frente. Continuei a meter rapidamente no seu rabo, deitada sobre a sua bunda, segurando firme o vibrador, gozei alucinadamente.

Do Computador até a cama.



Todos os dias ao chegar em casa, eu pensava em uma linda garota!
Todas as vezes que eu ligava o PC, eu ligava pra ‘falar’ com ela, uma forma de entrar em contato. Mas essa coisa de entrar em contato através de uma tela só fez aumentar a minha sede, e vontade de ficar perto, cada vez mais perto dela.
Essa vontade estava me consumindo, eu precisava sentir, tocar, beijar, abraçar, e saber qual era o gosto que ela tinha!
Certo dia ao chegar a meu quarto, liguei o computador, e lá estava ela (On-line), começamos a nos ‘falar’, senti uma sensação maravilhosa, um arrepio gostoso, e aí ela resolveu ligar a web cam para mim. Nossa, durante alguns minutos eu nem sabia o que dizer, se olhava ou se digitava, e minha vontade de entrar no ‘Pc’ era tanta, mais tanta, que cada segundo que eu imaginava, sentia um calor enorme. A cada palavra que eu digitava, em fração de segundos, eu imaginava cenas obscenas, fazia mil planos.
Então nos despedimos e depois de uma conversa um tanto quente, entre planos, fui tomar um banho, mas a imagem dela, aquela garota linda com um sorriso meio tímido conseguiu me deixar mais atordoada do que eu já estava me sentei no boxe do banheiro, e comecei a delirar...  A água que escorria entre o ralo, meus cabelos molhados, meus dedos percorrendo o meu corpo, imaginando cada curva daquele corpo, aquele que eu tanto desejava, quando dei por mim já estava levando meu dedo indicador até o meu sexo, me tocando, sentindo um fervor, fechando os olhos e... Entre um dedo ou outro massageando meu clitóris, um calor imenso, não suportava mais a ausência dela, por quê? Levantei-me, terminei meu banho, e fui a direção da cama, me sentei em frente ao espelho, e resolvi me masturbar pensando nela, pra ela.
Eu me retorcia inteirinha, revirava, e penetrava os meus dedos, fazendo movimentos de leve, eu olhava para o espelho e imaginava ela chegando ali, atrás de mim, e isso me dava a maior sensação, era como se eu sentisse o corpo dela, era como se eu estivesse tocando o corpo dela, seria tudo que eu queria. Apertei os meus seios de leve, e sentia os biquinhos durinhos, acariciei-os de levinho, sentindo... Cada pedacinho de mim como se fosse dela, com uma cara de satisfação eu sentia meu prazer escorrendo pelas minhas coxas. Adormeci ali mesmo! E em meus sonhos lá estava ela, chegando de mansinho, me beijando, me pegando, falando baixinho no meu ouvido que queria ser minha, que queria fazer amor comigo ali, olhei pra ela e virei na cama... (Acabei caindo da cama, e percebendo que estava sonhando, com ela, mais uma vez) Estava virando obsessão e, eu tinha que dar um jeito, para matar toda essa minha vontade, em tomar ela em um gole só!
Resolvi ir até ela, a avisei, peguei algumas coisas, e partiria ao encontro dela.
A viagem mais longa da minha vida, coisa que eu levaria 2hs se tornou uma vida, mais eu sei que iria valer a pena, que esse encontro iria permitir o contato.
Lá estava ela, quando a encontrei eu não sabia o que dizer, por alguns segundos eu perdi o fôlego, e então a abracei, e senti aquele perfume... Nossa que vontade de entrar dentro dela, e suga-la. Mas me contive, conversamos algumas coisas e partimos para um ‘hotel’, tomamos banho separadas, ainda meio tímidas, mas com uma vontade que não cabia mais em mim, eu iria explodir, e de repente ela sai do banheiro, de toalha e eu ali parada, diante dela. Levantei da cama onde eu estava sentada, fui à direção dela, fechei os olhos e beijei o beijo mais doce que eu já provei, mais cheio de desejo, de amor, de vontade, a abracei bem forte, e tirei aos poucos a toalha caiu sobre o chão, continuamos nos beijando, eu com os pensamentos somente nela.
Percorri pelo seu corpo, meu coração estava acelerado, um calor, logo fui tirando a minha roupa, olhando fixamente nela, acariciando seu rosto, beijando com carinho, rimos felizes, por saber que estávamos realizando o que por algum tempo desejamos.
Nossos corpos foram se aquecendo, e ficando cada vez mais quente, Mordisquei a tua boca, a sua língua. Com as mãos fui passeando e conhecendo cada curva de seu corpo, por trás mordendo seu pescoço, passando a língua pela orelha, sentindo ela se torcendo, e o corpo vinha de encontro ao meu, pressionei minhas pernas entre a dela e fui abrindo, logo fui descendo com a língua sobre seu corpo, beijando entre seu colo, descendo... Chegando em sua barriga, eu podia sentir ela toda arrepiada, agarrando o lençol, se mexendo eu não parava, fiquei passeando com a língua ali, durante alguns minutos chegando a sua virilha, e ela gemeu...Baixinho! Eu dei uma olhada, ela ali gemendo, de olhos fechados, suspirando cada vez mais forte, passei minha língua em seu clitóris, e ela gemeu mais alto, levantei as pernas dela ao máximo, e comecei a enfiar a língua toda, lá dentro, fazendo movimentos com força, com vontade, com sede, indo e vindo. E ela gemendo cada vez mais alto, isso me deixava ainda mais excitada, tirei a minha língua do seu sexo, e fui subindo devagar, beijando ela, e ela com força, me segurando, pedindo mais. Logo me levantei e ela me olhou assustada, caminhei até um frigobar, abri e peguei um pote de sorvete, ela sorriu, eu amava esse sorriso, meio tímido, meio safado, voltei pra cama. Molhei minha língua no sorvete e passando nos seios dela, ela disse AI, eu a olhei e continuei, foi quando eu enchi a boca de sorvete, e comecei a caminhar novamente pelo seu corpo, beijando cada curva, eu me sentia ensopada, de tanto tesão, quando penetrei meus dedos em seu sexo, ouvi um AIIIII, nossa, aquilo me arrepiou inteira, e eu coloquei dois dedos, e nos beijamos, um beijo tão ardente, eu sentia a vagina dela toda molhada, do jeito que eu gosto, conforme os movimentos, ela fazia comigo, movimentos circulares, minha respiração ficava cada vez mais ofegante, nossas pernas tremiam, estávamos em um orgasmo intenso, e eu me segurava para não gritar. Fechei meus olhos e me entreguei completamente a ela, foi quando eu a senti gozando em meus dedos, e em seguida eu gozei satisfeita, juntas, unindo nossos corpos. Estávamos totalmente molhadas de suor, ficamos abraçadas por alguns instantes, dei vários beijos nela, me sentia toda arrepiada, e feliz ao seu lado!

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Quero um amor.



Eu quero um amor!

Daqueles que me façam voar, mesmo sem asas.
Daqueles que me faça a mais feliz, a mais importante mesmo quando nada se importa.
Daqueles que me faça ver cores mesmo quando tudo estiver preto e branco.
Daqueles que me mostre a luz, mesmo quando estivermos na escuridão.
Daqueles que estenda sempre a mão, mesmo quando eu não saiba a direção.
Daqueles que esteja ao meu lado, mesmo que eu esteja parada.
Daqueles que me faça carinho, que me dê milhões de beijinhos, mesmo quando eu estiver dormindo.
Daqueles que me ame, da maneira com que eu a ame.
Daqueles que me faça rir, mesmo se estiver de boca fechada.
Daqueles que me faça pensar o tempo inteiro, que tome todo o meu tempo, que faça as horas passarem devagar.
Daqueles que mesmo distante me faça sentir por perto.
Daqueles que me faça perder a respiração, o fôlego, quando nossos lábios se tocarem.
Daqueles que me entenda apenas com um olhar, quando eu não estiver a fim de conversar.
Daqueles que me faça sair do chão, mesmo quando eu estiver em terra firme a pisar.
Daqueles que me ligue, não perguntando onde eu estou, mas sim se estou bem!
Daqueles que eu possa fechar os olhos e mesmo assim consiga ver as estrelas brilhar.
Daqueles que ande comigo de mãos dadas sem vergonha do que irão pensar.
Daqueles que não tenha tempo pra nada que não seja de nós dois.

Quero alguém que me mostre o caminho, que me ensine a AMAR.

Que faça valer a pena, que faça eu esperar o tempo que for, mas que me traga sempre palavras de amor. Um amor que me faça esquecer o mundo, não quero me preocupar, e sim me ocupar, de amor.
E hoje eu descobri que não sei amar, não sei amar pela metade!
Porque amar pra mim é se entregar, de corpo e alma sem se preocupar se vai dar certo ou não.
Amar é mesmo na ausência sentir a presença, mesmo de olhos fechados poder enxergar, é não estar contigo, porém respeitar!

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Nosso Sexo


Quando nossos corpos se tocarem
Quero TE SENTIR por um instante,
e beber teu prazer constante...
Mulher amada, mulher desejada.
Quero beijar o teu corpo gostoso,
lamber seu pescoço,
Beijar-te por fora e te sentir por dentro.
Acariciando o mais profundo do teu ser
Mesmo por cima da roupa
Sinto seu sexo umedecer
Sinto o calor que vem do teu corpo
Misturando ao calor do meu
Tirando as roupas, e
Revelando o sexo nervoso
Sexo endurecido
Que me excita, em você penetrei.
Em seus seios me afundei
E você toda eu usei
Mãos que seguram sexo
Mãos que penetram sexo
Sexo que arrepia
Sexos que se encontram
Me deito e sinto o cheiro do meu sexo,
No teu
Sinto o teu cheiro misturado
Ao meu
Estou a gozar somente em sentir.
Cheiro do gozo, cheiro do sexo.
Estou a gozar de tanto me deliciar.
Com o teu corpo maravilhoso que me faz delirar.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Quando a gente se encontrar ....


E tão de repente eu notei
Que alguma coisa estava acontecendo
Que uma simples “msg” estava me enlouquecendo
Que alguma coisa mudou...
Naquele instante, posso até dizer
Que eu nunca senti...
O que eu senti no momento em que li
A mensagem que você mandou pra mim
Fez a gente se revelar, se entregar
E se isso for verdadeiro
Me entrego de corpo inteiro
Tenho tanto amor pra dar.
As horas passam devagar
Pra onde eu olho lá você está.
E quando eu te encontrar
Um abraço vou te dar
Vou segurar as suas mãos
Que de tão forte sentirei seu coração
E juntas vamos comemorar
Esse amor que há de reinar.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Quero só você ♥


Acordei pensando em você
Meus sonhos não me deixam te esquecer
Tenho que te ver
E lhe mostrar que sou louca por você.

É difícil controlar esse desejo
Sinto a sua falta, falta do seu beijo.
Quero-te comigo, quero seu sorriso.
Pois é de você que eu preciso.

Quando acaba nossas brigas quero só você
O seu amor que me faz bem
É sinal que essa paixão vai além
E eu não desejo mais ninguém.

Não consigo entender esse sentimento
Que não cabe mais aqui dentro
Mas tudo o que eu posso lhe dizer
É que agora quero só você.

terça-feira, 5 de abril de 2011

Diga não aos rótulos.



Todo mundo já deve ter ou ouvido por ai aquelas coisas do tipo:
- Tem a voz grossa? Ou é sapatão ou é travesti ¬¬
- Tem medo de barata? É gay.
- Troca gás, chuveiro, e lâmpada? Só pode ser sapatão.
- Usa camiseta rosa? É gay.
- Homem com cabelo grande? É gay! Mania das pessoas acharem que gay tem que ser afeminado, e que lésbica é mais masculina.

Gay não tem que ser afeminado, e nem lésbica masculina. Cada um tem que ser o que é, de acordo com o que te faz bem, e feliz.

Tudo bem que na infância da galera homossexual, a maioria tem algum “talento” de fábrica.
Eu por exemplo empinava bicicleta, pipa, jogava bolinha de godê, e quando brincava de Barbie sempre gostava de ser o “Ken”, risos. E o meu melhor amigo amava ser a Barbie (nós invertíamos os papeis, risos) e claro ele é gay.
Mas isso não é geral gente, as pessoas precisam parar de rotular as outras, e dar oportunidades.
- Mulher não pode ter cabelo curto que é sapatão, mesmo sendo lady o povo desconfia, tipo assim a Rihana no caso é lésbica?
- Homem com cabelo grande é gay, tipo o Falcão (do Rappa) e o Murilo Benício (em o clone) são gays no caso? .

Uma vez eu fui à porta de uma balada GLS aqui em SP, chegando lá uma “colega” olhou pra mim e disse: - Pensei que você fosse sapatão!
Eu fiquei sem entender, mas sabe por que ela disse isso? Porque eu estava com uma blusinha rosa –‘, ou seja, sempre rola esses tipos de rótulos, até no nosso meio.
Tudo bem que são índices, mas lembre-se que nem tudo que parece, é.
- Não é porque eu sou sapatão que eu vou gostar de brincar de lutinha, andar de skate, tocar violão, soltar rojão, usar cueca, e coisas do tipo.
- Não é porque ele é gay que ele vai ter a unha grande, vai se pintar e usar vestido!
O homossexual não quer ser mulher! Ele é um homem que gosta de outro homem. E por ai vai... A casos e acasos, não julguem ninguém além de você mesmo.

Achei esse teste em um blog, confiram!

Diga não aos rótulos.



Todo mundo já deve ter ou ouvido por ai aquelas coisas do tipo:
- Tem a voz grossa? Ou é sapatão ou é travesti ¬¬
- Tem medo de barata? É gay.
- Troca gás, chuveiro, e lâmpada? Só pode ser sapatão.
- Usa camiseta rosa? É gay.
- Homem com cabelo grande? É gay! Mania das pessoas acharem que gay tem que ser afeminado, e que lésbica é mais masculina.

Gay não tem que ser afeminado, e nem lésbica masculina. Cada um tem que ser o que é, de acordo com o que te faz bem, e feliz.

Tudo bem que na infância da galera homossexual, a maioria tem algum “talento” de fábrica.
Eu por exemplo empinava bicicleta, pipa, jogava bolinha de godê, e quando brincava de Barbie sempre gostava de ser o “Ken”, risos. E o meu melhor amigo amava ser a Barbie (nós invertíamos os papeis, risos) e claro ele é gay.
Mas isso não é geral gente, as pessoas precisam parar de rotular as outras, e dar oportunidades.
- Mulher não pode ter cabelo curto que é sapatão, mesmo sendo lady o povo desconfia, tipo assim a Rihana no caso é lésbica?
- Homem com cabelo grande é gay, tipo o Falcão (do Rappa) e o Murilo Benício (em o clone) são gays no caso? .

Uma vez eu fui à porta de uma balada GLS aqui em SP, chegando lá uma “colega” olhou pra mim e disse: - Pensei que você fosse sapatão!
Eu fiquei sem entender, mas sabe por que ela disse isso? Porque eu estava com uma blusinha rosa –‘, ou seja, sempre rola esses tipos de rótulos, até no nosso meio.
Tudo bem que são índices, mas lembre-se que nem tudo que parece, é.
- Não é porque eu sou sapatão que eu vou gostar de brincar de lutinha, andar de skate, tocar violão, soltar rojão, usar cueca, e coisas do tipo.
- Não é porque ele é gay que ele vai ter a unha grande, vai se pintar e usar vestido!
O homossexual não quer ser mulher! Ele é um homem que gosta de outro homem. E por ai vai... A casos e acasos, não julguem ninguém além de você mesmo.

Achei esse teste em um blog, confiram!

terça-feira, 29 de março de 2011

Um amor pra toda vida.



Existem cerca de cinco milhões de pessoas nesse planeta, mas a gente acaba se apaixonando por uma pessoa determinada e não quer trocá-la por nenhuma outra. Acreditamos tanto nesse amor, nessa paixão que não somos capazes de abrir mão. De todas as pessoas que conheci, foi pra ti que guardei todo amor que havia em mim, eu sabia que seria você que me faria feliz.
Você conseguiu despertar em mim vontades, acompanhadas por murmúrios de amor e sussurros ofegantes de prazer. Quando estou com você nem penso em olhar para traz, porque com você sigo em paz.
Quero que continuemos com essa sintonia, que só a gente tem. Que é uma das coisas mais bonitas e que quero guardar pra sempre, e cuidar com amor. E sei que coração é coisa pesada pra se dar, que sem ele não podemos viver, mas sei também que ele me pertence, que eu só sobrevivo se for com você, e por isso quero da-lo a você, cuide bem dele que estará assim cuidando do nosso amor, de mim, e de você.

“Minha vida é sua vida, e meu amor é seu amor.”

Um abraço apertado, beijo na testa, mensagens durante o dia, ligações de madrugada, olhos nos olhos, demonstrações públicas de afeto, palavras de carinho, são pequenos gestos que causam grandes reações, e que fazem toda a diferença.
Você é chegou minha vida como um raio de luz, iluminando minha alma, me trazendo alegria, desejo, fantasia, tudo que sempre procurei e busquei em você eu encontrei!
Seu sonho é meu futuro, sua felicidade é minha alegria, sua fé é meu sustento e seu amor é minha vida. E no fundo eu sei que não a nada que possa separar nossos corações, que você foi feita pra mim, e nada vai te tirar de mim.
Você pode até não saber, o quanto eu gosto de você, pode até imaginar o quanto eu posso te amar, mais uma coisa eu vou falar, eu só quero te amar, e outra coisa irei dizer, nunca quero te ver sofrer, e se for preciso a minha vida renunciar... Renuncio então para que você possa viver e lá de cima ainda hei de te amar.

terça-feira, 22 de março de 2011

'' Aquele churrasquinho básico''



Vocês já repararam que toda “sapatão” faz aquele milagroso churrasquinho aos finais de semana? - (Milagroso porque é o que salva nossos domingo) Ah, claro e sempre chama o brejo todo, os amigos “gays” as “bi” azamigas que se dizem “HT”, enfim toda família GLS. E não tem limite de pessoas para o “evento” quanto mais “sapa” tiver mais alegre o brejo fica.
Seja lá o que for comemorar, ou melhor, nem precisa ter o que comemorar, basta unir a galera e fazer aquela vaquinha neh gente?  Mais a vaquinha raramente da pra fazer vinagrete, maionese, arroz, farofa (isso raramente está presente), é só o básico (asinha de frango, lingüiça, carne, e as benditas caixinhas de cerveja) rs.
A churrasqueira ás vezes vem de outro planeta, mas ninguém deixa de fazer. E se não tiver a churrasqueira básica, as sapas inventam de fazer aquela, dois bloquinhos, e a grade do fogão da mãe (escondida, é claro), e pronto ta feita a “nossa churrasqueira".
Normalmente a sapa que fica na churrasqueira é aquela de top e bermudão de tactel, vestes de surfista, mas nenhuma nunca surfa, rs. Essa vai comandar o brejo, uma mão virando as carnes, e a outra, claro, ocupada com uma latinha de Brahma (detalhe ouvi dizer que Brahma é cerveja de macho) agora entendi o porquê, rs.
Ai pronto, carne assada, sapabonde tocando, cerveja gelada, mulher pra todo lado, e começa a putaria. Tudo vira diversão, sapatão que é sapatão cola velcro mesmo e não ta nem ai para aquele vizinho que vai ficar reclamando da roupa que está no varal, do barulho do som, dos gritinhos dos “amiguinhos gays” e aqui pra nós,
Sapatão adora beber cerveja e ficar falando mais alto que os amigos, rouba a cena na hora do papo, você que é sapatão junte-se a nós, a nossa famosa vaquinha, por que né? Ta pensando o que, que sustentar Sapatão sai barato? 

quinta-feira, 10 de março de 2011

Imenso Tesão


Minha mente, tua imagem, teu carinho.
Fico louca, quando sinto o teu corpo de mansinho.
Que de tão leve o pé não alcança
E sobre o chão a gente se lança.

Sentindo teus beijos ainda molhados, com imenso tesão
Na minha mente sinto cair tua calcinha na escuridão
Tuas palavras de amor estão na minha mão
Que procura escravizar todo meu tesão!

Num vai vem de desespero e de desejo
Você me provoca tentações, que eu não sei explicar
Me causa reações me fazendo navegar.
Com o meu corpo e alma vou me entregar.

Deixo-me cair, lábios em teus lábios de cereja e doçura.
Procurando respirar essa loucura
Que me fazes dar gritos de prazer
Teu êxtase de gemidos me fissura.

É loucura, demência do tesão
Ficou a saudade e desilusão
Quero de verdade sentir teu corpo em erupção
Sentir-te
torcer, tu me fazeres gritar.

Leva-me á loucura de tanto prazer, e faze-la compreender que meu corpo a quer satisfazer,
Mas não é mão, sou eu no vai e vem desse tesão.
Profundo eu gozo abundantemente com paixão.
Que enquanto minha alma voa, o som do nosso gemido ecoa!