sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Homofobia Não!




Eu estava tentando entender os meus pensamentos, que de tão soltos me levaram até você, tentando entender o porquê eu sentia um desejo único e absoluto por você.
Foi quando eu desistir de tentar entender, procurei apenas viver, e em seus braços me entregar, nesse prazer, me contive, mas foi em vão, pois quando meu corpo se encostou no seu, senti a melhor sensação.
Não sei se era alivio, se era satisfação.
Só sei que foi ai que eu percebi que havia algo de errado em mim,
Sentia-me culpada, mas ao mesmo tempo me sentia aliviada, pois durante muito tempo eu guardava isso dentro de mim.
Um sentimento que não tem explicação, um desejo, uma vontade, pensei comigo se era doença ou não?
Resolvi deixar fluir, e me entreguei de paixão, coladinha no seu corpo nessa tremenda exatidão!
Foi quando dado o primeiro beijo, percebi que havia em mim tanta sede de você que tomaria você todinha em um gole só, quando você me tocava, eu pensava: Não para não!
Fui me entregando aos poucos, entre beijos, abraços, e amasso...
Era uma loucura tudo que estava acontecendo entre nós, mas era nessa loucura que eu queria permanecer, era essa loucura que me guiava, e me levava até você, era com ela que eu acordava e desejava morrer!
Tive com você a minha primeira vez, e de lá nunca te tirei dos meus pensamentos, nunca mais parei de pensar em você, nunca mais conseguir parar de gostar de você, nunca mais deixei de gostar de amar. Não me importava mais se era do mesmo sexo que eu, me importava apenas em AMAR, pois o amor faz sua própria lei, não importa a cor, religião, sexo, importante é a disposição para conseguir alcançar o inalcançável.
E hoje eu sei que não é doença, amar não é doença!
Deus fez o ser humano para amar o ser humano!
E da mesma forma que Deus lhe deu o dom de amar outra pessoa do sexo oposto, Deus também deu a outros o dom de amar outra pessoa do mesmo sexo!

Homofobia não!

6 comentários:

J.R. disse...

É triste ver o preconceit!!! Todos somos iguais poxa!!!

www.minutomix.blogspot.com

Filipe Dias disse...

Bonita história.

sou completamente conta homofobicos.
nao sei qual é realmente o medo deles...

seguindo

♪ Sil disse...

Bruninha, lindaaaaaaaa!

O Amor JAMAIS SERÁ UMA DOENÇA.

Doente, é quem não entende as várias formas de amar.
HOMOFOBIA, NÃÃÃÃÃO!!!!!!


Linda, agradeço esse carinho imenso por se lembrar de mim com o selo.
Você é uma querida. Sempre!


Um beijo!

Anônimo disse...

Oi Bru, muito lindo. Você sempre escreve muito bem. É exatamento o sentimento eral. Você escreve de uma forma que da para se sentir também.

=)

Beijos Linda.
ASS: TâN

Lucas Teixeira Santos disse...

Respeito acima de tudo, essa é a chave.

Belo texto, parabéns.

Lilly M. disse...

Aqui:
http://meninaapenas.blogspot.com/2011/02/dessa-vez-veio-do-penso-logo-escrevo.html
tem selinho pra você.
beijos meus'
Lilly M.