quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Solidão ²






Eu andava tão só, perdida, distraída.
Sem  rumo, sem destino... 
Quando você surgiu estendendo a mão
E juntando seu coração ao meu.
Você só se esqueceu de me avisar,
Que iria partir sem mim,
Partindo meu coração, 
E me deixando assim, sem chão.
Um Adeus que eu nunca ouvi
Um gosto de despedida que eu nunca senti
Um amor que eu nunca me esqueci!



2 comentários:

Mary disse...

http://papodequatroparedes.blogspot.com/p/sorteio.html
Participe do sorteio para ganhar um caderno (feminino)
É grátis só para quem mora em São Paulo.
VIP para os paulistas

Myly disse...

Gostei do texto
muito legal
bjim :)